segunda-feira, 8 de agosto de 2016


Há um mês de se tornar oficialmente Jornalista pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Régis de Oliveira Júnior segue colecionando prêmios. Conhecido como o aluno de Comunicação Social – Habilitação Jornalismo mais premiado, o jovem agora é finalista no Prêmio MPT de Jornalismo 2016, promovido pelo Ministério Público do Trabalho.
Os trabalhos selecionados foram avaliados em cinco etapas regionais e uma nacional e concorreram nas categorias jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, universitário e repórter cinematográfico. Na etapa nacional ainda foram escolhidos os ganhadores dos prêmios especiais Fraudes Trabalhistas e MPT de Jornalismo. O concurso teve 385 trabalhos inscritos (58% mais que na edição anterior) e mais de trinta trabalhos jornalísticos, de todas as regiões do país, são finalistas. Ao todo o prêmio distribui quase R$ 400 mil em oito categorias e dois prêmios especiais.
Na fase regional, durante os meses de junho e julho, jornalistas convidados de diversos estados, com experiência em diferentes mídias, selecionaram entre os 385 trabalhos inscritos os melhores de cada região nas oito categorias em disputa. Com o objetivo de garantir a isenção do processo, os julgamentos foram cruzados: os trabalhos de uma região foram julgados por jurados de outra região. Esses finalistas garantiram prêmios de R$ 5 mil e passaram a concorrer aos prêmios nacionais de R$ 15 mil.
Régis é finalista na categoria Universitária com a reportagem multimídia Retratos da Escravidão, que produziu para a disciplina de Estágio Supervisionado em Jornalismo, e que conta a história de pessoas que vivem em condições análogas às de escravo. “Estou super contente e empolgado por ter sido indicado ao prêmio MPT. Esse resultado é a soma do esforço de um grupo que trabalhou muito”. Ele ainda relata que essa indicação irá potencializar o início de sua carreira. “Além da indicação, estou feliz por levar o nome da Unisc ao Brasil. É a única Universidade do Rio Grande do Sul com indicação ao prêmio. Além disso, sou o único estudante de todo o país a concorrer na final”.
Segundo Régis, a indicação também serve de exemplo aos colegas do curso, de que é possível ousar, correr atrás e produzir um material diferente. “Mas se não fosse minha equipe nota dez, seria impossível estar nesta fase”, arremata. A felicidade se torna ainda maior por estar em uma lista com os principais jornalistas do Brasil, principalmente Marcelo Canellas e Ângela Bastos, suas inspirações.
Avaliação – No dia 2 de agosto, ocorreu o encontro dos jurados na fase nacional, na sede do Ministério Público do Trabalho, em Brasília. Os jornalistas convidados José Hamilton Ribeiro, Márcia Marques e Gisa Veiga avaliaram os trabalhos selecionados como finalistas nos cinco encontros da fase regional e escolheram os grandes vencedores da edição 2016. Todos serão conhecidos na cerimônia de entrega do prêmio, no dia 1º de setembro, em Brasília.

Texto: Caroline Silva - A4 Agência Experimental - Unisc
Imagem: Divulgação

Quem somos

Espaço de caráter convergente, multimidiático e interdisciplinar para divulgação das atividades realizadas por professores e alunos do Curso de Comunicação Social da Unisc, dentro e fora das salas de aulas. Todos são bem-vindos.

Contato

Departamento de Comunicação Social
Bloco 16 - Sala 1613
Fone/Fax: 3717-7383 - Coord.: 3717-7536
csocial@unisc.br
Tecnologia do Blogger.

Arquivos

Seguidores

- Copyright © Comunicar -- Traduzido Por: Template Para Blogspot