Archive for Setembro 2014

30 de setembro - Dia da Secretária

O Departamento de Comunicação Social da Unisc, juntamente com os alunos e colaboradores, gostaria de parabenizar as secretárias Josiane Zinn e Inês Kohls pelo Dia da Secretária. 

Agradecemos pela paciência e dedicação dessas duas excelentes profissionais. 

Parabéns, gurias!



terça-feira, 30 de setembro de 2014

Acadêmica da Unisc é selecionada para o projeto Geração Futura 2015

O projeto Geração Futura Universidades Parceiras é uma iniciativa que oferece a estudantes das Universidades Parceiras a oportunidade de se aproximarem da mídia televisiva e vivenciarem a construção de um modelo de produção para o Canal. Trata-se de um conjunto de ações desenvolvidas para incorporar na linguagem audiovisual a experiência, o saber e o olhar do jovem, estabelecendo um permanente diálogo entre produtores de TV e seu público.

Na última segunda-feira, dia 29, foi divulgada a lista dos estudantes universitários selecionados para participarem da décima edição do projeto. A acadêmica de jornalismo, Amanda Risso, foi uma das selecionadas.

Veja mais informações sobre o Geração Futura clicando aqui.

Equipe Towers vence o IV Correria

A partir das 17h30min do dia 27, ocorreu a final do IV Correria. As seis equipes desta edição tiveram 10 minutos para apresentar suas campanhas, realizadas em 8 horas. Após a avaliação dos jurados, a equipe Towers foi escolhida como vencedora.
Estudantes do Curso de Comunicação Social fizeram uma apresentação musical, antecedendo a fala da coordenadora do Curso, Yhevelin Guerin, que agradeceu a presença de participantes e organizadores do evento. O cliente deste ano, a Associação de Assistência a Pacientes Oncológicos e Transplantados (Aapot), recebeu doações de roupas, resultado da campanha do Trote Solidário, organizado pelo Centro Acadêmico do Curso de Comunicação (Caco).
O primeiro grupo a subir ao palco foi dos vencedores da noite, o Towers. Os representantes da equipe explicaram que o primeiro passo da campanha foi pensar na Aapot como uma instituição sem fins lucrativos. O conceito “Você pode fazer muito se acreditar” guiou a equipe. Dentre as peças desenvolvidas estavam outdoorsspot para rádio, camisera, hotsite, postagens no Facebook e um aplicativo para a mesma rede social.
Fast and Furious foi a segunda equipe da noite. A ideia da vez era “Seja presente. A vida é agora” e brincou com a versalidade da palavra “presentes”. Anúncios impressos, spot de rádio, vídeo e um aplicativo para o Facebook foram as ações deste grupo.
Membros da equipe Trojan foram os terceiros a expor suas ideias. Com o intuito de tornar mais conhecida a instituição, sensibilizar e conseguir voluntários e doadores, a equipe trabalhou com o conceito “A felicidade verdadeira é fazer o bem”. Vídeo, spot para rádio,jingle composto pela equipe, nova proposta para o site, anúncios impressos, cartazes e capa para a página no Facebook estiveram entre as propostas da Trojan.
Em seguida foi a vez da equipe Os Puri Roupa. Vídeos, spot para rádio, camiseta, folder, ideias para o Facebook da Aapot e siteestiveram entre as propostas. Baseado na ideia e lenda do pássaro Tsuru, a equipe propôs uma oficia da arte de dobradura de papel, o Origami, e depois a distribuição destes pássaros pela cidade de Santa Cruz do Sul, para despertar a curiosidade sobre a Aapot.
Muttley's Club foi a quinta equipe da noite. O slogan do grupo era “O que te faz sentir vivo?” e trouxe ações para o impresso, web e três spots para rádio. Com foco no digital, a hashtag #oquetefazsentirvivo? foi proposta como ideia de trabalho.
Wreaking Ball foi o sexto e último grupo a se apresentar. Com o slogan “Amar cura”, o grupo apresentou suas ideias de camiseta, folder, página no Facebook, Instagram, Twitter e spot para rádio.
Depois de distribuídos os brindes aos participantes, a jurada Sheron Neves e os professores Yhevelin e Rafael Hoff apresentaram os pontos positivos e negativos dos projetos. Para Sheron, todas as campanhas foram positivas, “tudo muito up” e as representantes da Aapot que estavam presentes e também foram juradas, ficaram emocionadas. Logo após as avaliações, a vencedora foi anunciada eTowers recebeu os aplausos dos presentes.
Para Giovani Souza, líder da equipe, o resultado final da campanha foi satisfatório. Segundo Souza, o conceito surgiu já na fase de perguntas ao cliente, logo pela manhã. A ideia como um todo demorou para surgir, mas agradou a equipe. Sobre o prêmio, Souza disse que é algo “muito legal” e que, no fim, o objetivo do concurso é aprender.

Para Cátia Svarovsky, assistente social da Aapot, o evento é importante, pois sabem da dificuldade de encontrar um profissional desta área e entendem sua importância que, segundo ela, é fundamental. Cátia conta que já existe uma parceria entre a Aapot e o Curso de Comunicação Social através de atividades em disciplinas do Curso.

Confira toda a cobertura do evento acessando: 
http://hipermidia.unisc.br/a4/
Texto: Andressa Bandeira / Agência Experimental de Comunicação A4

Equipe vencedora do IV Correria com as representantes da Aapot, a jurada Sheron Neves e a Coordenadora do Correria Yhevelin.

Foto: Iuri S. Fardin

domingo, 28 de setembro de 2014

Palestra com Sátira Machado promove debate entre alunos

Discutir a questão da igualdade, a reprodução de estereótipos e a moldagem de um novo olhar. Foram esses os objetivos norteadores da palestra “Gênero, Raça/Etnia na Mídia”, realizada ontem, 25, a partir das 19h, no anfiteatro do bloco 18, da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Ao abrir os trabalhos, o coordenador do Curso de Comunicação Social da Unisc, Hélio Afonso Etges, deu as boas vindas à palestrante, a professora doutora em Comunicação e jornalista Sátira Pereira Machado, e incentivou os alunos a pensar o meio que vivem. “É um contexto de olharmos para dentro do nosso contexto”, assinalou.

Além de promover debates sobre racismo e sexismo, Sátira aproveitou a palestra para apresentar o projeto “Gênero, Raça/Etnia na mídia: promovendo a autonomia e enfrentando a violência por uma comunicação pública e plural”, que está sendo aplicado em universidades de nove regiões do Rio Grande do Sul, assim como foi reeditado nessa ocasião. A palestrante disse que o motivo da discussão ser em torno dos preconceitos apresentados na mídia é devido ao grande poder de divulgação e disseminação de informação da mesma. Também enfatizou que é responsabilidade do comunicador fazer uma comunicação pluralizada.

Sátira expôs ao público dados históricos e vivências, comprovando como o racismo, a homofobia e o machismo estão inseridos no íntimo de todas as pessoas. Segundo a jornalista, a libertação desses pensamentos leva algum tempo e, também, estudo e dedicação. A cultura patriarcal criada pela sociedade, de acordo com Sátira, naturaliza a opressão, desqualifica mulheres e negros e insere relações de violência. “Aprendemos a diferença de forma estereotipada e é mais interior do que a gente imagina. O importante é estarmos abertos a tentar não pensar de forma segregada”, falou.

Os participantes fizeram perguntas, debateram e deram pareceres sobre experiências próprias. A palestrante elogiou a postura dos estudantes, mencionando a humanidade presente nos depoimentos e críticas. Conforme o assessor de relações comunitárias da Pró-Reitoria de Extensão da Unisc, Iuri Azeredo, a participação do público, apesar de não ser tão numerosa, foi muito boa, pois prestigiaram a atividade até o fim. Azeredo ainda fez referência à postura de Sátira ao conduzir o debate e inserir questionamentos para reflexão dos alunos. “Ela é bastante aberta, bastante tolerante. É muito positivo para fazer as pessoas pensarem e não se afastarem da discussão”, pontuou.

O resultado do projeto deverá ser a elaboração de um Guia para jornalistas e comunicadores sobre Gênero, Raça e Etnia. Também está previsto um livro e uma campanha para TV e rádio. A realização do evento foi de responsabilidade da Unisc, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/RS), Secretaria de Comunicação, a Fundação Cultural Piratini – TVE e FM Cultura, a Rede Escola de Governo (FDRH), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul e a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres.





 Texto e fotos: Agência Experimental de Comunicação A4
sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Curso de Comunicação Social da Unisc conquista dois prêmios no 27º SET Universitário da PUCRS

Na noite de ontem, dia 24 de setembro, ocorreu a premiação da Mostra Competitiva do 27º SET Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), em Porto Alegre.

Duas acadêmicas de relações públicas conquistaram o disputado troféu, nas categorias Projeto em Comunicação Institucional e Organizacional (Luiza Klein) e Projeto Experimental (Tamara Freitas).
 
Parabéns, meninas!





quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Prêmio de Jornalismo Universitário prorroga inscrições até dia 06 de outubro

A terceira edição do Prêmio Telefônica Vivo de Jornalismo Universitário no Brasil, lançado em agosto, prorroga o recebimento de trabalhos até 06 de outubro. A iniciativa estreou no país em 2012 no Rio Grande do Sul, contemplando estudantes de jornalismo e comunicação social (com ênfase em jornalismo). A cada ano agrega mais um estado brasileiro. Agora, além de estudantes gaúchos e baianos, alunos de universidades de Minas Gerais também podem participar. O projeto, realizado desde 2005 em outros nove países da América Latina onde a Telefônica atua, tem como objetivo reconhecer talentos e incentivar os futuros jornalistas no exercício da profissão.

Os concorrentes podem optar por uma das cinco categorias: Jornalismo Impresso, Jornalismo Multimídia, Radiojornalismo, Vídeojornalismo e Fotojornalismo. Em cada uma delas haverá um vencedor, que irá ganhar um smartphone. Entre os cinco, será eleito o vencedor nacional do Prêmio Telefônica Vivo de Jornalismo Universitário que, além de levar um tablet para casa, participará da etapa latino-americana do concurso, concorrendo com representantes do Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador Guatemala, México, Panamá, Peru e Venezuela.

O vencedor entre os concorrentes de todos os países será premiado com uma viagem à Espanha, para conhecer a sede mundial da Telefônica e passar alguns dias atuando em um grande veículo de comunicação espanhol.

Para carimbar o passaporte e chegar à Europa, no entanto, os futuros jornalistas devem passar por algumas fases da competição:

* Para começar, os estudantes precisam acessar a página do Prêmio no Facebook (www.facebook.com/premiotelefonica) e consultar o regulamento completo da iniciativa – incluindo os requisitos e documentos exigidos para as inscrições.

* Cada aluno poderá inscrever até dois trabalhos em uma das seguintes categorias: Jornalismo Impresso, Jornalismo Online, Videojornalismo, Radiojornalismo e Fotojornalismo.

* Os documentos e trabalhos a serem inscritos devem ser enviados por e-mail ao endereço: premiotelefonicavivo.br@telefonica.com. As inscrições terminam em 06 de outubro de 2014 (nova data com a prorrogação).

Depois é só fazer pensamento positivo e aguardar o contato da equipe de organização do Prêmio Telefônica Vivo de Jornalismo Universitário, a qual será responsável por informar em primeira mão quem são os finalistas de cada etapa. Os vencedores por categoria e nacional só serão conhecidos em evento realizado pela empresa, em data a ser definida.

 
quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Professores, jornalistas e empresários debatem sobre estágio curricular obrigatório

Na tarde desta terça-feira, 23, ocorreu na Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) uma reunião sobre as novas Diretrizes Curriculares do Jornalismo, com foco para a questão do estágio obrigatório. Valci Zuculoto, diretora da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e professora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) falou sobre a proposta que está sendo organizada por um Grupo de Trabalho no intuito de padronizar o estágio acadêmico em todo o Brasil, que atualmente não é obrigatório, nem regulamentado.

Professores, alunos, empresários, assessores de imprensa e jornalistas estiveram presentes e debateram sobre o assunto. “O Jornalismo deve tomar novas diretrizes até ano que vem. Estamos há muito tempo trabalhando com isso”, comentou Valci. Segundo ela, o estágio curricular deverá ser obrigatório, contudo, há toda uma legislação por trás disso. “A FENAJ e mais trinta e um sindicatos estão envolvidos em defesa da formação superior do Jornalismo com qualidade. As ações e lutas da FENAJ são pela formação superior, em defesa da obrigatoriedade de formação e do programa de estágio”, frisou a convidada.

Em conformidade com as novas diretrizes curriculares, o GT, composto por professores e representantes de instituições jornalísticas de todo o país, vem trabalhando com a proposta de uma carga horária mínima de 200 horas destinada ao estágio curricular supervisionado (a carga horária total do curso deve ser de, no mínimo, 3.000 horas), devendo ser cumprido de forma que não ultrapasse 20 horas semanais. Além disso, o estágio pode ser voluntário ou pago com bolsa de, no máximo, 20 horas semanais. Por fim, o grupo ainda prevê que o estágio deve ser supervisionado por um professor-orientador da área de jornalismo.

Alessandra Senna, coordenadora de Jornalismo da RBS em Santa Cruz do Sul, falou da relevância do estágio nas empresas para a formação acadêmica. ”O aluno já tem as bases e vive o que um profissional formado faz. O estágio faz a formação completa”. Comentou também sobre a importância das empresas terem estagiários. ”Formação de bancos de talentos. Ajuda o aluno a exercer a profissão”, comenta.

Texto: Agência Experimental de Comunicação A4 



 Fotos: Nathana Redin

Palestra sobre o projeto "Gênero e Raça/Etnia na Mídia" acontece na próxima quinta-feira



Acontece nesta quinta-feira, dia 25, a palestra sobre o projeto “Gênero Raça/Etnia na Mídia: promovendo a autonomia e enfrentando a violência contra a mulher, por uma comunicação pública e plural”, que tem o objetivo de fomentar o direito à comunicação e a cidadania comunicativa, promovendo uma cultura igualitária, democrática e não reprodutora de estereótipos de gênero, raça/etnia, orientação sexual e ou geracional nos meios de comunicação e que pretende ampliar a visibilidade da contribuição das mulheres negras, indígenas, ciganas, idosas, jovens entre outras, para o desenvolvimento integral da sociedade gaúcha e brasileira.

Informações sobre a palestra em Santa Cruz do Sul na imagem.


Seleção de bolsistas para o V Salão de Ensino e de Extensão

Informações na imagem


terça-feira, 23 de setembro de 2014

Reunião com os voluntários do SBPJor acontece dia 30

Na próxima terça-feira, dia 30, irá ocorrer uma reunião com os alunos que se inscreveram para serem voluntários no SBPJor. 

A reunião acontecerá em três turnos diferentes, para que todos tenham a oportunidade de participar. (Confira, no cartaz abaixo, a sala e os horários dos encontros).

É importante ressaltar que a participação nas atividades de receptivo contam 20 horas no núcleo flexível.


MOR está selecionando estagiários de Relações Públicas e Publicidade

Informações nas imagens.



segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Seminário Arte na Fotografia e Fotografia na Arte acontece na próxima terça-feira

Acontece nesta terça-feira, 23, o seminário Arte na Fotografia e Fotografia na Arte, com a participação do músico e artista visual Bebeto Alves e o artista plástico paulista Mai Bavoso. Bebeto irá falar sobre suas exposições fotográficas contemporâneas, seus projetos e leis de incentivo nesta área e superfícies de impressão que utiliza, mostrando diferentes caminhos para a fotografia. Já o artista Mai Bavoso, irá abordar a importância da fotografia nas artes plásticas como meio de reprodução de obras em diferentes superfícies de impressão.

Os alunos dos cursos de Comunicação estão convidados a conhecerem esse amplo leque de atividades que poderão exercer. O seminário inicia às 19 horas, na sala 101, e encerra às 22h20.


Seleção de bolsista para projeto de extensão (PROBEX)


A Universidade de Santa Cruz do Sul, juntamente com a  Pró-Reitoria de Extensão e Relações Comunitárias (PROEXT) e a Assessoria de Relações Comunitárias/Núcleo de Gestão Pública (NGP) estão selecionando bolsista para atuar em projeto de extensão.

PROJETO: Assessoria aos Catadores Organizadoras para a Autogestão e Iniciativas de Economia Solidária


O trabalho é basicamente auxiliar na divulgação, articulação e apoios na promoção da cooperativa dos catadores de Santa Cruz do Sul e atividades correlatas. A bolsa é de 20 horas semanais (quatro meses), válida para acadêmicos dos cursos de Serviço Social, Comunicação, Pedagogia, Psicologia e Direito.

As inscrições vão até o dia 26 de setembro, na sala 2528 (PROEXT – 2º piso prédio da Reitoria), das 8h às 12h e das 13h30min e 17h30min, fone 3717-7320, e-mail proext@unisc.br

Os documentos necessários para a inscrição são: Curriculum Vitae (com foto) e extrato de matrícula e disciplinas cursadas com nota e em curso (disponível no site da UNISC em “Serviços Acadêmicos”).


OBS.: o/a inscrito/a não deverá ter outra bolsa na Universidade.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Quem somos

Espaço de caráter convergente, multimidiático e interdisciplinar para divulgação das atividades realizadas por professores e alunos do Curso de Comunicação Social da Unisc, dentro e fora das salas de aulas. Todos são bem-vindos.

Contato

Departamento de Comunicação Social
Bloco 16 - Sala 1613
Fone/Fax: 3717-7383 - Coord.: 3717-7536
csocial@unisc.br
Tecnologia do Blogger.

Arquivos

Seguidores

- Copyright © Comunicar -- Traduzido Por: Template Para Blogspot