quinta-feira, 17 de março de 2016



        Já faz algumas semanas que divulgamos pelo Blog e Fanpage do Facebook sobre o Prodav - Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas do Programa Brasil de Todas as Telas. E, como já havíamos anunciado, o prazo se encerra nesse mês.
Produtores audiovisuais independentes das 5 regiões do Brasil poderão submeter seus projetos até o dia 31 de março de 2016, às 18h, horário de Brasília. A data limite para a postagem da documentação física é o dia 1º de abril de 2016.
As Chamadas Públicas da Linha estão disponíveis no site do agente financeiro do FundoSetorial do Audiovisual, o BRDE No total, será investido o montante de R$ 60 milhões, divididos em 5 editais regionais com valor aproximado de R$ 12 milhões para cada uma das regiões do Brasil.
Para realizar a inscrição, o proponente ​deverá fazer o cadastro no Sistema do BRDE e escolher a chamada pública da região em que pretende concorrer. Além de preencher a ficha de inscrição do sistema com dados da proposta e da proponente, a produtora deverá subir os documentos solicitados no Anexo II da Chamada Pública. Todos os modelos de documentos a serem entregues, incluindo a Proposta de Obra Audiovisual (ANEXOS IV, V, VI e VII) e os demais documentos exigidos, estão disponíveis em formato editável no site do BRDE.
É importante lembrar que os escritórios regionais estão à disposição para tirarem as dúvidas dos proponentes até 4 dias úteis antes do encerramento das inscrições. Antes de realizar esse contato, não deixe de consultar as Perguntas Frequentes do edital. Está disponível ainda, em anexo, o Manual Didático elaborado para auxiliar na formatação de projetos.
O investimento atende à demanda de programação das emissoras universitárias, comunitárias e educativas e culturais de todo o Brasil. As ações da Linha de Produção de Conteúdos Destinados às TVs Públicas são respostas ao comando da Lei 12.485/11 e às recomendações do I Fórum Nacional de Comunicação Pública. Portanto, expressam a convergência entre a política de financiamento do audiovisual brasileiro e a política de desenvolvimento do campo público de televisão.
Os editais são compostos majoritariamente por obras seriadas e fomentarão a produção de 56 obras – 26 destinadas ao público adulto, 10 ao público jovem e 20 ao público infantil – totalizando mais de 200 horas de programação. Os perfis de programação presentes em cada uma das Chamadas Públicas regionais, identificadas como ANEXO I – Proposta de Programação, foram definidos a partir do debate gerado pelo Seminário de Programação da Linha de Produção de Conteúdos destinados às TVs Públicas. A discussão mobilizou representantes de aproximadamente 100 canais dos segmentos universitário, comunitário, e educativo e cultural do campo público de televisão, além da participação remota de 40 TVs desses segmentos.
As Chamadas Públicas regionais são operadas por meio de uma parceria entre a ANCINE, a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e conta com o apoio da Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), Associação Brasileira de Canais Comunitários (ABCCOM) e Associação Brasileira de Emissoras Públicas Educativas e Culturais (ABEPEC).
 

Quem somos

Espaço de caráter convergente, multimidiático e interdisciplinar para divulgação das atividades realizadas por professores e alunos do Curso de Comunicação Social da Unisc, dentro e fora das salas de aulas. Todos são bem-vindos.

Contato

Departamento de Comunicação Social
Bloco 16 - Sala 1613
Fone/Fax: 3717-7383 - Coord.: 3717-7536
csocial@unisc.br
Tecnologia do Blogger.

Arquivos

Seguidores

- Copyright © Comunicar -- Traduzido Por: Template Para Blogspot